Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

azuleazul

azuleazul

Alma perdida

15.11.05 | Kita




Não me sinto com forças para escrever, mas a minha alma suspira dentro de mim... e sinto que tenho de lhe dar asas...



Através deste pequeno espaço vou tentando... mas são umas asas feridas, cansadas de voar... cansadas de não voar mais longe onde pudessem atingir o sol da vida.



As asas da minha alma são o reflexo de mim própria... são o sufoco interior que quer gritar e não sabe o quê nem para quem... devia ser para mim mesma, para este interior de lágrimas não derramadas congeladas dentro de mim...



Esta alma que já não voa, porque lhe cortaram as asas... as mesmas asas que sempre foram livres, as mesmas asas que eu construí...



A minha alma não voa e sente-se perdida no meio do acaso, no meio de um mundo totalmente estranho...



E eu, junto com a minha alma, sinto-me muitas vezes a sofucar por dentro... sinto a dor crescer no peito e não sei para onde a canalisar... então ela vagueia por dentro de mim e enche-me de solidão. Congela as minhas lágrimas que correm no meu peito e torna-me um pedaço de gelo...



Não sei para onde ir. Estou perdida... e a minha alma continua sem poder voar... Para onde vou? Para onde vais, minha alma? Vamos... mas nunca saímos daqui...



Kita , continuando, suspirando, vagueando... algures...















6 comentários

Comentar post