Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

azuleazul

azuleazul

Alma incompreendida

08.02.07 | Kita

 

“Rede que volta vazia
Traz tristeza ao pescador
Que apesar da arrelia
Leva em frente o seu labor."
Eliana Ruiz Jimenez

Alma incompreendida

No seu jeito de ser

Perdida, sem razão, rumo ou norte

Entregue a mim, à sua sorte.

Alma azul de retratos cinzentos

Só eu te compreendo

Em um rol de encantos e tormentos.

"Alma gentil que te partiste..."

Alma só minha, mundo meu.

Num horizonte sem mar, sem céu...

Kita, 8 de Fevereiro de 2007.


7 comentários

Comentar post