.Setembro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
29
30

.mais sobre mim

.Se me quiseres escrever...

kita19@gmail.com

.pensamentos recentes

. Saudade

. Diving...

. Revelações

. Porquê...

. Vazio

. Portrait

. Chuva de letras

. Escrever

. Elogio ao amor

. Tired...

.pensamentos passados

. Setembro 2011

. Junho 2010

. Abril 2010

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Setembro 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Dezembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Julho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

.pensamentos à deriva

.visitas







.tags

. 18anos(1)

. 3 caminhos(1)

. alemanha(1)

. alexandre o'neil(1)

. alma(3)

. amar(1)

. amizade(1)

. amor(7)

. aniversário(3)

. avô(2)

. azul(2)

. buppy(1)

. caixinha(1)

. calma(1)

. citação(2)

. citação minha(1)

. d38(8)

. dalai lama(1)

. deambulações(1)

. desalento(1)

. descontentamento humano(1)

. desistir(1)

. divagações(1)

. erasmus(2)

. escola(2)

. escrever(2)

. esp(1)

. estágio(3)

. etiquetas(1)

. eu(1)

. faces(1)

. fachada(1)

. faithful(1)

. felicidade(3)

. fidelidade(1)

. filho(1)

. filosofias(1)

. free(1)

. funeral blues(1)

. futuro(1)

. gouveia(2)

. granja(1)

. grito(2)

. grupo(1)

. homossexualidade(1)

. ignorada(1)

. incêndios(1)

. incompreensão(1)

. insistir(1)

. inspiração(1)

. interior(1)

. irmão(4)

. jardim botânico(1)

. john lennon(1)

. karate(2)

. lágrimas(1)

. lembrança(1)

. liberdade(6)

. loucura(1)

. lua(1)

. mãe(2)

. mar(7)

. mariana(1)

. memórias(1)

. metamorfose(1)

. modelo(1)

. mudança(1)

. mundo(1)

. não desistir(1)

. natal(2)

. neve(1)

. optimismo(1)

. pais(1)

. palavras(5)

. parabéns(1)

. paz(2)

. penacova(1)

. pensamentos(5)

. pensar(2)

. pensativa(1)

. perdida(2)

. perseverança(1)

. poema(5)

. portugal(2)

. razão de escrever(1)

. realidade(1)

. recordações(3)

. reencontro(2)

. regresso(1)

. renascer(1)

. retrospectiva(1)

. roberto(2)

. saudade(1)

. saudosista(2)

. sentimentos(7)

. sintra(2)

. solidão(3)

. sonho(10)

. vida(5)

. voar(2)

. todas as tags

.favorito

. Mais uma vez...

. Saudade

. Metamorfose

. O sonho...

Cambridge Dictionaries Online


Este é o meu cantinho onde guardo os meus pensamentos, os meus sentimentos que vao percorrendo a minha vida e o meu mundo...

Sexta-feira, 27 de Janeiro de 2006

A desilusão...



Desiludiste-me. Traíste os meus sonhos de viver num conto de fadas. Uma pequena ferida pode tornar-se gigantesca, quando destrói um ideal. Sempre fomos a rosa em flor, que eu, ingenuamente, pensei nunca poder murchar... mas hoje regaste-a de fel e uma pétala de vida caiu. Era a pétala onde eu sorria e guardava os nossos sonhos...

Éramos eternos. Hoje nada é indestrutível, a minha crença de nuvem de algodão desvanece-se enquanto os minutos de lágrimas interiores avançam... sinto-me uma pétala feita de puzzle. Estás perto e tão longe da nossa rosa...

Sou uma música triste que pergunta porque tens de destruir assim tudo o que sonhei. Sou uma voz silenciada de vida, apesar de muitas palavras saírem do meu peito. Sou o que me deste e o que me tiraste de belo.

Eu tinha a certeza que éramos perfeitos... tinha a certeza que eras perfeito...


Quarta-feira, 25 de Janeiro de 2006

Silêncio



Acordo. Abro os olhos para o mundo e escrevo palavras na escuridão e no silêncio do momento, só recortado pelo vento e pelas gotas de chuva inexistentes...



É este silêncio esmagador que me mostra a vida sem ti. Sinto o coração pesado, aquela sensação de a respiração não conseguir acontecer... seria aquele espectro andante pela vida, procurando um sentido que não existe.



Num momento sozinha, sei que partiste, mas alegro-me porque sei que vais voltar. E não precisarei mais procurar um sentido... porque o sentido és tu. O sentido somos nós.


Segunda-feira, 23 de Janeiro de 2006

3 anos...



Uma nova vida renascida da dor... um novo sorriso feito de lágrimas e amor.

Um passo para um mundo desconhecido, que acreditava não ser possível em mim. Fui sempre aquele eu e mesmo assim não desististe. Deste-te por inteiro enquanto nada recebias...

Uma vontade de ser feliz que se realizou em ti. Uma força que me dirigiu ao teu ser naquele momento de fugaz tentativa de libertação. Sabia que não iria conseguir, mas tu sabias que eu iria vencer. Iríamos ambos.

Num caminho de espinhos, encontrei finalmente a minha rosa. E agora somos duas pétalas unidas no nosso jardim de amor.




Foram 3 anos que passaram... todos marcados pelo teu amor incondicional, pela tua perseverança, pela tua compreensão... e a ti devo o sorriso que hoje e todos os dias que virão o meu coração conseguir exprimir. Salvaste-me. Deste-me a vida que o mundo me retirara e devolveste-me a esperança numa vida em que não via futuro... Conseguiste que eu voltasse a admirar a luz do sol e o brilho da Lua Cheia. E isso nunca te poderei um dia retribuir totalmente.
Tiveste a esperança que eu não tive, amaste pelos dois, suportaste a dor de não te poder dizer a palavra mágica... E ainda bem que não disse, no momento certo ela surgiu sem dúvidas e uma lágrima queria rolar pelo teu rosto. Tu não querias mostrar... suor, não era?! ;)

Hoje posso recordar pessoas, lembrar-me do passado e não ser um puzzle no meu interior. Sou simplesmente eu, aquela pessoa que com a tua presença voltou a lembrar-se que a vida é um dom e uma oportunidade que não se deve desperdiçar com lágrimas de dor. Hoje sou muito mais do que um puzzle... sou uma pétala de rosa.

Amo-te


Sexta-feira, 6 de Janeiro de 2006

Libertação



Um acaso do destino levou-me de novo àquele sítio, bonito, sombrio de memórias que queria poder nunca recordar... e outro acaso quis que fosses tu a levar-me. Receio de tudo vir na sua mais medonha lembrança viva...

Levaste-me pelo teu coração de eterno amor sincero... e no final mostraste-me o azul que esse momento pode ter e eu desconhecia. Deveria ter sido assim desde sempre... não foi, mas só tu conseguirias afastar de mim o fantasma que me perseguia. Só tu poderias transformar o mesmo momento, o mesmo sítio, num momento único de azul infinito de sorrisos interiores. Porque são os sorrisos interiores os mais importantes, a alegria e a felicidade têm de nascer primeiramente no nosso íntimo e preencher cada parte de nós...

Percebi que cada pedaço de vida só tem a importância que lhe atribuímos... percebi que é pelo amor que outros acontecimentos acabam por se tornar mais distantes de nós, que vemos com outros olhos a mesma rocha, o mesmo luar, a mesma noite fria... e foi pelo amor que eu me senti libertar das minhas próprias amarras...

Kita dolphin.gif, 5 Janeiro de 2006, 3h00