.Setembro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
29
30

.mais sobre mim

.Se me quiseres escrever...

kita19@gmail.com

.pensamentos recentes

. Saudade

. Diving...

. Revelações

. Porquê...

. Vazio

. Portrait

. Chuva de letras

. Escrever

. Elogio ao amor

. Tired...

.pensamentos passados

. Setembro 2011

. Junho 2010

. Abril 2010

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Setembro 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Dezembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Julho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

.pensamentos à deriva

.visitas







.tags

. 18anos(1)

. 3 caminhos(1)

. alemanha(1)

. alexandre o'neil(1)

. alma(3)

. amar(1)

. amizade(1)

. amor(7)

. aniversário(3)

. avô(2)

. azul(2)

. buppy(1)

. caixinha(1)

. calma(1)

. citação(2)

. citação minha(1)

. d38(8)

. dalai lama(1)

. deambulações(1)

. desalento(1)

. descontentamento humano(1)

. desistir(1)

. divagações(1)

. erasmus(2)

. escola(2)

. escrever(2)

. esp(1)

. estágio(3)

. etiquetas(1)

. eu(1)

. faces(1)

. fachada(1)

. faithful(1)

. felicidade(3)

. fidelidade(1)

. filho(1)

. filosofias(1)

. free(1)

. funeral blues(1)

. futuro(1)

. gouveia(2)

. granja(1)

. grito(2)

. grupo(1)

. homossexualidade(1)

. ignorada(1)

. incêndios(1)

. incompreensão(1)

. insistir(1)

. inspiração(1)

. interior(1)

. irmão(4)

. jardim botânico(1)

. john lennon(1)

. karate(2)

. lágrimas(1)

. lembrança(1)

. liberdade(6)

. loucura(1)

. lua(1)

. mãe(2)

. mar(7)

. mariana(1)

. memórias(1)

. metamorfose(1)

. modelo(1)

. mudança(1)

. mundo(1)

. não desistir(1)

. natal(2)

. neve(1)

. optimismo(1)

. pais(1)

. palavras(5)

. parabéns(1)

. paz(2)

. penacova(1)

. pensamentos(5)

. pensar(2)

. pensativa(1)

. perdida(2)

. perseverança(1)

. poema(5)

. portugal(2)

. razão de escrever(1)

. realidade(1)

. recordações(3)

. reencontro(2)

. regresso(1)

. renascer(1)

. retrospectiva(1)

. roberto(2)

. saudade(1)

. saudosista(2)

. sentimentos(7)

. sintra(2)

. solidão(3)

. sonho(10)

. vida(5)

. voar(2)

. todas as tags

.favorito

. Mais uma vez...

. Saudade

. Metamorfose

. O sonho...

Cambridge Dictionaries Online


Este é o meu cantinho onde guardo os meus pensamentos, os meus sentimentos que vao percorrendo a minha vida e o meu mundo...

Segunda-feira, 25 de Julho de 2005

Voltei...


Voltei para ti. Estou de novo no teu seio, perco-me para sempre agora no teu ar... O teu mar, a tua brisa, a tua praia... respiro o ar até ao mais profundo de mim e sou feliz por te reencontrar. Estás mal, muito mal, as pessoas que de ti cuidam não te sabem dar o valor... voltei para ti e sei que vais ser sempre especial para mim. Sei mais do que nunca que é aqui que quero estar, em ti, nos teus braços de mar... O teu ar é diferente de tudo o que já senti, a tua gente emana alegria mesmo em tempos de crise. Serei sempre tua e tu sempre meu... porque foi aqui que nasci, que cresci e que me tornei no que sou! Foste tu que me construiste, foste tu que me acolheste naquela tarde de Abril...



Voltei esta manhã a Coimbra, inspirei profundamente e senti o ar fresco da manhã... senti uma liberdade como já não sentia há muito tempo! Olhei a minha faculdade, as estátuas com panos pretos espalhados por ali dos "Rasganços", senti-me em casa.


O meu coração bateu mais forte... sinto um sentimento indiscritível, sinto que um pedaço de mim estava perdido e se reencontrou. Reencontrei-me a mim mesma e não quero voltar a perder-me. Quero sentir-me para sempre assim livre, solta... sentir o ar de Portugal, ouvir o meu português, sentir o calor humano. Quero ter um coração que vibra de emoção, sentir a calma feliz de quem regressa... Obrigada Portugal por me dares esta sensação de plenitude!!!

Kita , 25 Julho 2005 (finalmente em PORTUGAL!!!)
Segunda-feira, 18 de Julho de 2005

Ser feliz


Porque é que o ser humano tem o mar e quer logo o oceano? Porque é que o ser humano tem um dia e quer logo um ano? Porque é que o ser humano que tem dinheiro suficiente para viver nao se contenta com o que tem e quer logo ser rico? Porque é que o ser humano é inconsolável, eternamente descontente com o que a vida lhe dá?

Eu tenho o mar, ainda que seja só dentro de mim, tenho a felicidade de olhar a vida, tenho muito pouco... mas tenho tudo. Tenho a maior riqueza do mundo... ter-te na minha vida. Basta-me ter-te aqui para ter o mar, ter o sol, ter a Lua e ter o mundo inteiro a meus pés... basta um sorriso para me contagiar, uma palavra para me fazer sonhar...

Um dia pode ser que o ser humano consiga ser feliz com o que tem na vida...

Kita , 18 Julho 2005 (Alemanha)
Sexta-feira, 15 de Julho de 2005

Optimismo

06179.jpg


Espreguico-me para a vida. A vida sorri-me com o sol da manha. Um mar de encontros e desencontros, aventuras, desafios que se tem de saber conquistar. Forca para sorrir quando a alma chora. Forca para seguir em frente mesmo que só nos pareca haver um mar de rosas em frente... só com espinhos. Animo para a vontade nao vencer, para o sorriso saber sorrir, para a chama nao se apagar... Coragem de se erguer e pensar positivo quando o mundo nos contraria em pensamento. Ser capaz de olhar as estrelas nos dias de chuva. Conseguir ver a Lua, perder--se no nevoeiro. Seguir o caminhao sem dedo do desconhecido - um dia já nao será desconhecido. Um dia será o mar de rosas... sem espinhos.

Kita , 15 Julho 2005 (Alemanha)
Quinta-feira, 14 de Julho de 2005

A viagem da minha vida

 

Suspiro mesmo antes de comecar a escrever... o que dizer destes últimos 9 meses que passaram na minha vida? Tive uma nova vida, soube construir uma nova pessoa dentro de mim, ainda mais forte, talvez mais segura de si, talvez mais consciente do que a rodeia...

Chega à recta final este objectivo a que me propus há um ano atrás: vir estudar um ano para a Alemanha (Augsburg). Foi uma das decisoes mais difíceis da minha vida, quase arriscaria dizer mesmo a mais difícil... nao foi tomada de animo leve, ponderei muito esta hipótese... decidi vir e nao queria vir embora, nao queria sair do meu país, nao queria deixar o meu mundo abandonado, todas as pessoas que fazem parte de mim...

Chorei e sofri muito antes de vir, sabia que ia ser uma prova muito difícil... e nao me enganava. A minha alma gritava entre dois polos: a família, os amigos, Portugal... mas do outro lado gritava também a voz da razao, o meu futuro. Seria muito triste acabar um curso universitário de Ingles e Alemao sem saber falar alemao... Depois de muita indecisao decidi contrariar-me a mim própria e entrar na viagem da minha vida.

Só Deus sabe o que me custou entrar naquele autocarro, dia 1 de Outubro de 2004. Atirei um beijo às pessoas que eu deixava e encostei a mao ao coracao, que era onde eles iriam ficar durante todo este tempo. Durante a viagem já nao sei o que pensei... só me lembro de entrar na Alemanha e pensar: "Estou na Alemanha... consegui..." O meu coracao? Nao sei o que sentia...

Um novo mundo para mim, que nunca tinha saído de casa por mais de uma semana. Uma vida sozinha, num mundo completamente diferente do que estava habituada, num universo tao estranho ao meu ser...

A primeira semana correu bem - poderei eu dizer (isto porque ainda nao tinha propriamente aulas...). Tudo comecou a correr mal quando o semestre comecou... sentia-me sozinha, apavorada, a morrer por dentro de tantas saudades de Portugal e das pessoas que lá deixei... nao percebia nada das aulas, os colegas também nao ajudavam... senti-me mais triste do que nunca. Desejei milhares de vezes voltar definitivamente para Portugal. Mas nunca o fiz. Sou teimosa demais, orgulhosa demais para o ter feito... fui sempre em frente. Desistir foi uma palavra que me passou muitas vezes pela mente, mas essa é uma palavra que nao entra muito facilmente na minha vida. Nao desisto facilmente do que me proponho. Fui sofrendo pacientemente, passando os dias, contando o tempo que faltava para voltar para casa...

Voltei a Portugal nas férias de Natal, quase 2 meses e meio depois. Que alegria! E que estranho abracar de novo o meu namorado... estranho mas bom!

Mais um mes e mais férias passaram... e voltei para a última etapa aqui, esta que amanha acaba oficialmente. Foram 3 meses e uns dias. No dia 16 de Julho vem os meus pais e o meu namorado ter comigo e vamos juntos para Portugal.

Tudo isto para fazer um balanco de toda esta experiencia... foram tantos sentimentos misturados que vivi, houve muitas tristezas, muitas lágrimas... mas também houve os amigos, que, apesar de poucos, foram os melhores que eu poderia ter encontrado aqui. Nao me arrependo da minha escolha. Sofri muito com a minha decisao, mas agora, perto do fim, posso orgulhar-me de me ter superado a mim mesma, de me ter conseguido vencer (e a maior prova de forca é vencer-se a si mesmo!). Sinto-me feliz de ter aguentado a dor, sinto-me feliz de ter conhecido um pouco de outro país (que é lindo), uma nova cultura (que nunca vai ser igual à portuguesa, seremos sempre mais acolhedores e mais simpáticos...), de ter melhorado um pouco o meu alemao...

Sinto-me feliz de ter conhecido novas pessoas e de elas continuarem minhas amigas mesmo depois de ir embora. Tudo acabou... mas só aqui. Outra etapa comecará agora na minha vida (ainda um pouco incerta), mas acredito que tudo terá agora mais sabor. Sinto-me uma pessoa nova, renascida uma vez mais. Agora sei dar valor às pequenas coisas que tinha no meu dia-a-dia e que nunca aprendi a valorizar. Sei que amo Portugal apesar de todos os defeitos que o meu país possa ter! Até o seu ar é diferente... um ar fresco, de liberdade, de amor!

Vou voltar, mas levo este ano no coracao, com tudo de mau e de belo que ele me ofereceu. Agradeco aos amigos que me ajudaram a ultrapassar as fases más, os dias de desespero, todas as ajudas preciosas... Cristina, Gilda, Sven... pessoas fantásticas que eu nunca vou esquecer pelo carinho com que me acolheram. Obrigada do fundo do coracao. Vao sempre estar num cantinho do meu coracao.

Claro que nao posso esquecer a minha primita (que é mais mana do que prima), que se aventurou sozinha com 16 anos de aviao (pela primeira vez) de Portugal para a Alemanha para me vir fazer um pouco de companhia. Foi muito importante para mim teres vindo, deste-me um pouco mais de alegria nestes últimos tempos! Teria sido muito complicado sem ti... contigo, o meu vazio ficou preenchido.

Foi um ano positivo e nao me arrependo de nada do que fiz. Arrepender-me-ia sim, se nunca tivesse vindo, se tivesse desistido. Custou muito, sim, mas sao as dificuldades da vida que nos fazem mais fortes na alma e no coracao! E eu sinto-me mais forte do que nunca... preparada para a mesma vida e a vida diferente que vou encontrar daqui para a frente. O pano do palco desceu... Agora volto para a minha antiga nuvem e continuarei sempre a sonhar em Portugal...

Kita , 13 Julho 2005 (Alemanha)

 

Quarta-feira, 13 de Julho de 2005

Mae exemplo



Encontei esta imagem na Internet e impressionou-me... talvez pela bondade desta mae, talvez pelo seu amor aos animais... só sei que haveria muito pouca gente que faria isto na vida. É uma imagem bela pelo seu significado de pureza. Pelo amor que dela transparece... Porque nao sao todas as pessoas capazes de amar os animais assim como esta mae faz? Trata um macaquinho da mesma forma que trata o seu filho... com o mais puro amor que se pode ter. Incrível... Mas é assim mesmo um coracao de mae... sempre pronto para amar. Eu que o diga, que tenho a melhor mae do mundo!...

Tenho a sorte de ter tido uma mae que também é, ainda que por outros motivos, exemplar. É o meu tesouro, como um dia me vi a chamá-la, como lhe escrevi num quadro um dia... Nao sei explicar o que é a minha mae para mim... é tantas coisas boas ao mesmo tempo, que todas as palavras belas do mundo nao seriam suficientes para a descrever, para caracterizar o seu ser, o seu mundo, o seu comportamento... Sei que Deus a fez um dia para ser mae e ela sabe-o ser de um modo exemplar! Dá amor quando tudo à volta dela a tenta destruir, ama os filhos de um jeito ternurento como só ela sabe ter...

Por ela voltei a ser feliz, por ela sorrio a cada dia, por ela hoje sou o que sou... e por mais ninguém. Sou feliz porque ela me deu a vida um dia e me soube sempre amar, me soube sempre respeitar... me dava um beijo quando o que eu por vezes merecia era um sermao, sempre me compreendeu, chorou quando eu estava triste, foi infeliz por pensar que eu também o seria um dia... Sim, hoje sou feliz, posso dize-lo a plenos pulmoes, pois é a verdade mais pura. Essa felicidade devo-a hoje principalmente a tres pessoas: ao meu namorado, que é a coisa mais querida ao cimo da Terra, a Deus e à minha mae.

Ela acreditou quando eu deixei de acreditar, lutou por mim, quando eu já nao tinha forca para seguir em frente, lutou para que eu sorrisse, quando eu chorava... ela foi a minha luz, a minha vida, a minha forca... talvez o mais importante, foi a minha vontade, a minha coragem de me erguer, vontade e coragem de olhar o sol e as estrelas de novo... e de procurar a minha felicidade.

Todos os obrigados que eu possa aqui escrever nunca serao suficientes para te agradecer a vida que me deste e que me continuas a dar. Todos os obrigados nao pagam todo o amor, toda a dedicacao... Mas ainda assim agradeco-te pela milésima vez o facto de me amares da forma que me amas, de seres uma parte de mim, de sempre teres estado do meu lado quando eu mais precisei, de me teres sempre apoiado, mesmo quando nao entendias os meus sentimentos e a minha forma de ser. Agradeco-te por cada momento em que deste um bocadinho de ti, partilhaste a tua vida, os teus segredos... Agradeco teres-me ajudado a estudar para o teste de História apesar de nao perceberes nada do assunto Agradeco-te as longas conversas telefónicas enquanto estive aqui sozinha, que duravam horas... e nunca querias desligar. Agradeco cada lágrima tua, cada lágrima que choraste comigo, cada pedacinho de medo teu por pensares que eu nunca iria conseguir ser feliz! Mas hoje sou, mae, hoje sou feliz, muito feliz! Sou feliz porque tu também estás na minha vida. É também por isso que eu nunca gosto que fales na tua morte um dia, porque nesse dia a minha felicidade vai apagar-se junto contigo... pois tu és a minha felicidade!

Obrigada por me fazeres tao feliz!!! Amo-te, Zmia!

Da tua,
Nii



Kita , 13 Julho 2005 (Alemanha, a 2 dias de estar novamente contigo do meu lado!)
tags:
Terça-feira, 12 de Julho de 2005

Palavras e gestos

Mais uma vez me encontro sem inspiracao para deixar planar as palavras que se encontram encerradas dentro de mim... estou a escrever e nao sei que palavras vou deixar voar. Palavras, sempre palavras... mas por vezes as palavras nao sao o suficiente. Por vezes é preciso um sorriso, um silencio, um sopro do coracao... um gesto carinhoso que nos diga o quanto somos queridos para alguém. Era assim que o Amor (em todas as suas vertentes) deveria ser sempre demonstrado... metade palavras, metade gestos. Porque, assim como uma imagem vale por mil palavras, um simples gesto, por mais banal que possa parecer, pode fazer a diferenca de uma vida...

Kita , 12 Julho 2005 (Alemanha)

Sexta-feira, 8 de Julho de 2005

Loucura

Autor desconhecido

Sonho com um dia...

mundo - MUNDO MAOS.jpg

Sonho com um dia em que todos darao as maos
Sonho com um dia em que ninguém se sentirá superior
Sonho com um dia em que a humanidade saiba amar
Sonho com um dia em que o homem nao precisará mentir
Sonho com um dia em que as pessoas saibam apreciar os raios de sol pela manha
Sonho com um dia em que o homem nao precise de fugir
Sonho com um dia em que o adulto nao perca a inocencia de crianca
Sonho com um dia em que só se chore de alegria
Sonho com um dia em que deixem as criancas serem as donas do mundo
Sonho com um dia em que nao sejam precisos gritos
Sonho com um dia em que o homem saiba fazer a paz
Sonho com um dia em que o ser humano aprenda a sorrir
Sonho com um dia em que o homem saiba estender a mao
Sonho com um dia em que todos vejam no outro um irmao
Sonho com um dia em que a sociedade compreenda que todo o ser humano tem valor
Sonho com um mundo justo
Onde todos possamos viver com amor
Onde todos possamos dar as maos
Construir um mundo novo e nao destrui-lo
E caminhar juntos até ao infinito...


Kita , 7 Julho 2005.

Este pequeno poema foi escrito por mim antes de ter conhecimento dos atentados ocorridos ontem em Londres... curioso... decidi entao dedicá-lo a esse tao triste dia, às pessoas inocentes que tao barbaramente foram assassinadas por um motivo tao triste... elas nunca vao poder ler isto, mas podem ler as pessoas que cá ficam. Espero que sirva para reflectir na vida. Era tao bom um mundo assim!... Mas é um sonho e penso que vai ficar mesmo por aí... infelizmente o ser humano é egoísta demais, é possessivo demais para construir um mundo onde as criancas do futuro gostem de viver um dia... onde irá parar este mundo se tudo continuar assim? Um dia só seremos pó... e ninguém se vai importar com isso...

tags: , ,
Segunda-feira, 4 de Julho de 2005

Cada vida...

unbenannt.JPG

Cada vida tem um sonho, cada sonho uma vida, cada vida um desejo, cada desejo uma esperanca, cada esperanca um sorriso... por isso sorri sempre, para a tua vida ter sempre esperanca! Kita , algures há alguns anos atrás...

Viver uma vida

ich.JPG

 

A tua vida é um sonho ou é o teu sonho uma vida? Sentir a vida nao é fácil de se conseguir... Eu vivo e sonho ao mesmo tempo. Vivo entre o sonho, mas busco o meu sonho entre a vida... corro em busca dos meus objectivos, pois sao os objectivos que fazem a vida em si. A vida é mesmo isso: um misto de sonho e realidade, um misto de alegria e tristeza, um misto de riso e choro...

Uma vida é um mar de sentimentos dispersos que se juntam num só ser, um mar de ilusoes, um mar de desencontros e reencontros. Por vezes nao só perdemos quem amamos, como também nos perdemos a nós próprios... a vida consiste entao em tentarmos encontrar-nos em nós próprios. Tentar encontrar o nosso verdadeiro caminho... imagino a vida com tres estradas: uma delas leva à felicidade, outra à infelicidade, e a do meio leva a algo indefinível, talvez um misto de felicidade e infelicidade. Encontro-me muitas vezes neste cruzamento e tenho de tomar forcosamente uma decisao... nao é fácil a maioria das vezes, mas o mais importante é ter consciencia, partilhar um pouco do que vai no coracao com o que vai na alma e no pensamento - a razao.

Por vezes só o coracao nao nos leva à felicidade, por vezes só a razao também nao... Procuro um sentido para o meu caminho, procuro saber para onde vou, procuro a minha alma algures perdida no infinito. Preciso de um sentido que me construa como pessoa, preciso de sentir a minha alma... penso, páro um momento para me poder encontrar.

É difícil poder caminhar sem alma, sem sabermos onde anda o nosso ser. Eu vivo, eu sonho... e cada vida tem um sonho. Um sonho que cada um deve perseguir... desistir é palavra que raramente utilizo na minha vida. Acho que é por isso que tenho conseguido sempre vencer a vida e vencer-me muitas vezes a mim própria... vencer-nos a nós próprios é a mais árdua tarefa a que o ser humano se pode propor. Mas muitas vezes é necessário...

Assim se encontra a vida no meio do vazio, para que ela possa finalmente valer a pena e ter um sentido no meio de todo este universo de vidas em que tentamos a cada dia respirar...

Kita , 4 Julho 2005 (Alemanha)