.Setembro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
29
30

.mais sobre mim

.Se me quiseres escrever...

kita19@gmail.com

.pensamentos recentes

. Saudade

. Diving...

. Revelações

. Porquê...

. Vazio

. Portrait

. Chuva de letras

. Escrever

. Elogio ao amor

. Tired...

.pensamentos passados

. Setembro 2011

. Junho 2010

. Abril 2010

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Setembro 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Dezembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Julho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

.pensamentos à deriva

.visitas







.tags

. 18anos(1)

. 3 caminhos(1)

. alemanha(1)

. alexandre o'neil(1)

. alma(3)

. amar(1)

. amizade(1)

. amor(7)

. aniversário(3)

. avô(2)

. azul(2)

. buppy(1)

. caixinha(1)

. calma(1)

. citação(2)

. citação minha(1)

. d38(8)

. dalai lama(1)

. deambulações(1)

. desalento(1)

. descontentamento humano(1)

. desistir(1)

. divagações(1)

. erasmus(2)

. escola(2)

. escrever(2)

. esp(1)

. estágio(3)

. etiquetas(1)

. eu(1)

. faces(1)

. fachada(1)

. faithful(1)

. felicidade(3)

. fidelidade(1)

. filho(1)

. filosofias(1)

. free(1)

. funeral blues(1)

. futuro(1)

. gouveia(2)

. granja(1)

. grito(2)

. grupo(1)

. homossexualidade(1)

. ignorada(1)

. incêndios(1)

. incompreensão(1)

. insistir(1)

. inspiração(1)

. interior(1)

. irmão(4)

. jardim botânico(1)

. john lennon(1)

. karate(2)

. lágrimas(1)

. lembrança(1)

. liberdade(6)

. loucura(1)

. lua(1)

. mãe(2)

. mar(7)

. mariana(1)

. memórias(1)

. metamorfose(1)

. modelo(1)

. mudança(1)

. mundo(1)

. não desistir(1)

. natal(2)

. neve(1)

. optimismo(1)

. pais(1)

. palavras(5)

. parabéns(1)

. paz(2)

. penacova(1)

. pensamentos(5)

. pensar(2)

. pensativa(1)

. perdida(2)

. perseverança(1)

. poema(5)

. portugal(2)

. razão de escrever(1)

. realidade(1)

. recordações(3)

. reencontro(2)

. regresso(1)

. renascer(1)

. retrospectiva(1)

. roberto(2)

. saudade(1)

. saudosista(2)

. sentimentos(7)

. sintra(2)

. solidão(3)

. sonho(10)

. vida(5)

. voar(2)

. todas as tags

.favorito

. Mais uma vez...

. Saudade

. Metamorfose

. O sonho...

Cambridge Dictionaries Online


Este é o meu cantinho onde guardo os meus pensamentos, os meus sentimentos que vao percorrendo a minha vida e o meu mundo...

Quinta-feira, 30 de Junho de 2005

Filho

luaar.JPG



Estou confusa... penso, penso, penso, mas os pensamentos nao encontram uma ordem, nao conseguem ser concisos... A minha alma parece perdida e ao mesmo tempo parece que encontrei um sentido.


Hoje recebi um email que me fez pensar (obrigada mais uma vez se leres isto). Fez-me reflectir no amor... nao no amor entre duas pessoas que se amam e querem construir uma vida juntos, mas no amor entre um pai e um filho. Será que o amor que é ou nao demonstrado ainda numa fase jovem ao filho se reflectirá mais tarde no filho adulto? Tenho a conviccao que sim... se o filho nao se sentir amado, talvez nunca seja um adulto "saudável" no futuro, pois terá sempre aquela mágoa no coracao... ainda que nem a note. Mas o facto é que se reflectirá na sua personalidade... será capaz de amar como outra pessoa qualquer que se tenha sentido amada?


Penso, penso... só sentimentos que se confundem dentro de mim, entro numa realidade na qual nunca tinha reflectido... talvez estivesse realmente a viver do meu lado da moeda... e o outro lado tornava-se incompreensível para mim, pois nunca tinha associado o amor de crianca à formacao do adulto.


Será por isso que o meu irmao se revela (talvez aparentemente) duro? Tenho consciencia - e sei que ele também - que fui mais amada pelo meu pai. Ele queria uma menina... e talvez inconscientemente nao demonstrava tanto o amor que tinha pelo meu irmao como o demonstrava comigo. Será que as atitudes dele só revelam a mágoa que se aloja desde crianca no seu coracao? Se assim for... eu nao tenho culpa de tudo se ter passado assim, mas o meu irmao também nao... será que tenho sido injusta com ele, ainda que só em pensamento? Nao sei... nao sei... os meus pensamentos, os meus sentimentos ainda estao tao frescos, tao confusos que acho que nem consigo pensar direito...


Faco um apelo a todos os pais: Amem e, acima de tudo, deixem os vossos filhos saberem que sao amados! Isso é muito importante para eles... e ao amarem-nos estao a construir a sua personalidade de futuro, estao a decidir uma parte da vida deles... facam com que eles sejam adultos capazes de amar, de demonstrar o seu amor, como voces o demonstraram com eles...


Tenho esperanca. Talvez esta seja uma porta para eu poder finalmente compreender o meu irmao e sentir carinho ao dizer esta palavra... Obrigada a ti, que me fizeste olhar o meu mundo e o do meu irmao de outra forma... gostava que esta fosse a razao pela qual o meu irmao é como é... ele seria entao outra vítima que faz novas vítimas como eu, ainda que talvez inconscientemente, só para dizer: "Pai, aqui estou eu...". Queria tanto estar errada...

Kita , 30 Junho 2005, 17h45 (Alemanha)

tags: , ,
Quarta-feira, 29 de Junho de 2005

Nada era...


Solto um grito
Mudo
Tudo muda,
Tudo avanca
Tudo num só instante
E já nada sou
Poeira do meu caminho
Confundo-me com a paisagem
Ninguém me nota
Ninguém me ve...
Só o anjo da terra pára
Só o anjo me confunde
Sou pedra da calcada
Nao tenho alma
Alma nua, vazia, que nada contém.
Alma simples, cheia de luz...


Kita , 29 Junho 2005, 1:20 (Alemanha)

Pedacos...

PorSol2.jpg

Em cada texto que minha pena escreve, a cada palavra transmitida, é um mundo, um pedaco de momento, um pedaco de alma... uma parte de mim. Vou formando um puzzle de pensamentos, sentimentos estilhacados pelo tempo, pelo espaco de uma vida.
Cada letra, cada sopro de alma, é um pedaco de mim, um mar intensamente azul... Palavras sao vida, palavras transmitidas no silencio, palavras que sao... simplesmente parte de uma existencia.

Kita , 29 Junho 2005, 01:02 (Alemanha)
pensamento solto por Kita às 17:35

link do pensamento | solta o teu pensamento | favorito

Lágrima da alma

lagrima.jpg



Na ansia de escrever
Há algo que tenta brotar dentro de mim
A alma busca a sua essencia
No mais profundo do meu ser
Essencia de ser outrora abandonado
Entregue à errancia da vida
Entregue à sombra do existir
Uma alma perdida
Cujo interior nao sorri
Sorriso inexistente de lágrimas azuis
Que formavam o mar da vida.
Uma lágrima azul
Que voltou a criar o seu sentido
A partilhar o seu mundo
Uma lágrima perdida
Encontrada numa nova estrela
E mergulhada na minha alma...

Kita , 29 Junho 2005, 00:47 (Alemanha)
pensamento solto por Kita às 17:24

link do pensamento | solta o teu pensamento | favorito

Vagueando...



Pensamentos vagos
Que percorrem o meu coracao
Sentimentos lunáticos
Que vagueiam na minha alma
Penso em tudo
Acabo por nao pensar em nada...
Sinto uma infinidade de sensacoes
Quando a pena tenta deslizar
Acabo por exprimir pensamentos de nada
Pensamentos infinitos
Sentimentos vistos ao som da memória
Em que penso?
Nao sei...

Kita , 29 Junho 2005, 21:42

Viver

foto_nuvens.jpg

Insisto em pensar. Insisto em sentir. Insisto em amar. Insisto em sorrir. Insisto em chorar. Insisto em... viver!

Kita , 28 Junho 2005, 21:37
Terça-feira, 28 de Junho de 2005

Palavras




Queria encher a minha vida de palavras, de textos que me fazem sonhar, me fazem reflectir... textos que se tem de ler nas entrelinhas.

As palavras ditas sao como o vento - nao se veem, o tempo acaba por as levar e ficam esquecidas no tempo... As palavras escritas permanecem. É por isso que escrevo. Para que os meus pensamentos nao caiam na poeira do tempo e voem para se desvanecerem no ar.

Escrevo para que as palavras adquiram significado, para que testemunhem o meu mundo interior, para que descubram o meu coracao e eu mais tarde me lembre de mim...


Kita, 26 Junho 2005, 01:47

Voo azul

dreamland.JPG

Sorri, deixa-te levar pelo sentimento...
Sorri, deixa-te voar...
Alcanca uma estrela
Beija a Lua
Se tu próprio...
Transforma o teu mundo numa bola de cristal
Pinta-a de azul
Deixa a tua alma mergulhar na vida
Diz-lhe para pintar o teu sorriso de azul
Beija os teus pedacos de cristal
Deixa-te invadir pela cor...
Entra no teu sonho
Abre o teu coracao
E deixa entrar o amor...

Kita , 26 Junho 2005, 01:21

Homossexualidade

Sinto vontade de escrever, mas a minha inspiracao parece que está de férias... Tento mesmo assim? Acho que vale sempre a pena, como já dizia o poeta "Tudo vale a pena se a alma nao é pequena"...

Acho que me apetece escrever sobre a homossexualidade, tema com o qual hoje estive em contacto quando visitei o lindo blog de um rapaz chamado Neco.


Amorgay.jpg

Tocaram-me imenso as confissoes, os medos e as alegrias dele, acho que é por isso que me apetece escrever sobre o tema... é muito estranho - ou talvez nao tanto assim... - ter vontade de escrever sobre alguém que nao conheco... mas o Neco pareceu-me uma pessoa tao linda, tao cheio de sentimentos dignos de se verem, que nao consigo evitar... tenho de deixar o meu testemunho também aqui no meu blog, testemunho de compreensao, atrevo-me a dizer que é um testemunho também de amizade... muito sinceramente, acho que iria adorar ter-te como amigo, mas nao sei muito bem explicar este sentimento... surgiu-me de imediato quando me perdi nas tuas palavras.

Este texto é também um texto de revolta pela incompreensao que ainda há neste mundo acerca da homossexualidade. Como pode a sociedade ser tao mesquinha ao ponto de impedir (ou tentar) a felicidade de uma pessoa, só porque a sua natureza se revelou diferente do esperado? Se um homem é feliz com outro homem ao lado, se é com essa pessoa que se sente completo... porque nao ser feliz? Só porque a sociedade é retrógrada?

Ser feliz, realmente feliz, é um objectivo do Homem. E os homossexuais tem também todo o direito - como qualquer pessoa - de atingir a felicidade! Há já tantos obstáculos na vida que nos tentam derrubar e trazer-nos à infelicidade... porque criar mais um, que seria tao fácil de ultrapassar se as pessoas tivessem a capacidade de compreender que o amor, assim como nao escolhe idades, também nao escolhe sexos!

Porque nao abrimos o coracao ao mundo e às pessoa e deixamos de ser preconceituosos? A vida é bela! Mas ainda consegue ser mais quando o nosso palpita de amor!... E os homossexuais sao "diferentes", mas nao deixam, por isso, de ser pessoas!

Tenho a conviccao de que o coracao de um homossexual consegue ainda ter mais amor, consegue compreender melhor os outros que os rodeiam... sinto que serao mais sensíveis... estarei certa?? Será que alguém me conseguirá responder? Talvez o Neco... ;) Dá-me a impressao que conseguem ver o mundo de outra forma, de uma forma mais autentica e verdadeira... talvez até consigam amar mais! Gostava que alguém me dissesse se acha o mesmo ou nao, estarei apenas a sonhar?...

O Neco pareceu-me uma pessoa tao sensível, tao íntegra, tao cheia de amor... senti o amor dele tao vivo e tao verdadeiro... e pergunto-me uma vez mais como é possível que a nossa sociedade, com a sua maldade, nao permita, de certa forma, que um amor destes cresca como um amor normal entre um homem e uma mulher! Amores como este que testemunhei brevemente numas pequenas páginas nao se encontram todos os dias, nem mesmo entre heterossexuais! Por isso, sociedade, aprende a abencoar, a tentar compreender e dar forca a amores homossexuais como este, ensina o teu coracao a amar... mesmo que nao consigas compreender, aceita! Nesse dia, sim, vou gostar de viver nesta sociedade!...


Para todos os homossexuais neste mundo:
Cada dia tem sempre dificuldades e voces ainda tem mais uma acrescida, a de terem de enfrentar o frequente "nao" da sociedade. Mas lembrem-se que cada um de voces é especial e único neste mundo, lembrem-se que só podem ser voces mesmos e mais ninguém! Aceitem-se como sao, e os que vos amam realmente ficarao do vosso lado. Nunca desistam dos vossos sonhos, por muito difícil que pareca a sua realizacao! Vivam plenamente pois todos nós só temos uma vida e há que a viver sempre de cabeca erguida, procurando o caminho que nos realize plenamente e nos faca felizes. Nao desistam do vosso amor, pois é onde o amor brota que a vida comeca realmente a valer a pena! Tenham esperanca na vida e no amor, lutem pela vossa felicidade... afinal é a vossa vida que está em jogo, gastem-na sempre de forma a que se sintam voar por dentro!

Tenho esperanca que um dia a sociedade vos sorria, permita a vossa uniao e compreenda que, mais importante do que uma orientacao sexual, é a pessoa por trás dessa orientacao, que é tao normal e tao (ou mais) cheia de sentimentos como qualquer outra...

Forca, coragem e... muito amor!!



Kita, 25/26 Junho 2005
Sexta-feira, 24 de Junho de 2005

Irmao...

olho-lagrima.jpg
É com tristeza que escrevo este texto. Pensei seriamente na hipótese de o colocar aqui, mas depois pensei que fazia todo o sentido, pois é uma parte da minha vida, dos meus sentimentos e é isso que pretendo incluir neste espaco... escrevi-o ontem à noite, no escuro do meu quarto...

Irmao... uma palavra tao pequenina, que deveria ter tanto significado. Felizmente, para muitas pessoas, ele é a "melhor pessoa" que conhecem, é "espectacular", é o "melhor amigo"... infelizmente para mim, nunca poderei dizer isso, apesar de ter um irmao...

Hoje é a ti que dirijo estas palavras que tu nunca irás ler.

Costuma dizer-se que um verdadeiro amigo é como um irmao. No meu caso, acho que a frase faria mais sentido "Um irmao deveria ser um verdadeiro amigo". Deveria, sim, mas nao posso dizer isso de ti... e nao sabes como me dói a alma ter de escrever isto e, mais ainda, ter de suportar essa realidade no meu coracao...

A palavra "irmao" é tao forte! Implica tantos lacos, uma uniao de sangue, mas, mais do que isso deve ser uma uniao de amor e de amizade, nao será? Entao porque será que a nossa uniao se resume - ou, pelo menos, assim o sinto - à uniao criada pelo facto de termos os mesmos pais em comum? Onde está o amor, a amizade que dois irmaos deveriam partilhar?

Onde está o teu afecto por mim? Onde estao as palavras, as demonstracoes de carinho? Dizes, raramente, que gostas de mim... mas onde está esse amor de que falas, que nao o consigo ver? Sinto-te tao longe, mano, tao longe de mim, da minha forma de ser, pensar e agir!... Mas isso em si nao é um problema, há pessoas que pensam diferente e ainda assim sao as melhores amigas do mundo...

Mas tu só consegues agir e pensar em funcao de ti próprio, do teu mundo, do teu ego pessoal... só consegues ver o teu bem estar e nao consegues ter um gesto de carinho para com ninguém... ou melhor, consegues ser carinhoso para toda a gente, só para quem te ama de verdade (como é o caso da tua irma...) é que nao. Porque será? Terás uma personalidade escondida dentro de ti? Nao, és único. Eles é que nao chocam com os teus interesses materiais, talvez.

Estarei a ser muito dura contigo?... Nao sei, talvez seja a dor a falar, a dor de ter um irmao e nao me conseguir orgulhar dele e da forma de ser dele... E depois aquelas recordacoes, as palavras tao duras que proferes tantas vezes... e acho que nem chegas a perceber realmente o quanto doem cá dentro. Acabo por nao ter resposta às tuas insinuacoes, só o meu coracao tenta perceber o porque de tanta palavra dura de egoísmo e materialismo. E pensar que eu seria capaz de dar tudo o que tenho a um irmao, ainda que saísse prejudicada... dá-me uma mágoa maior do que tudo nesta vida quando penso nisso e me lembro do que disseste... Acho bem que me des o que gastares com ela, se nao a pudesses trazer lá nao trazias!

E a tua naturalidade com que o afirmaste ao pai, logo ali à minha frente... porque és assim para mim, mano? Porque nao consegues ver o lado humano da vida e das relacoes e só consegues centrar-te em ti? Como podes ser tao diferente de mim, sendo meu irmao?

Nunca te hei-de compreender nesta vida, vivemos na mesma casa (por enquanto) mas em planetas e galáxias completamente distantes... vives num mundo completamente à parte do meu. Vives num mundo onde só te ves a ti numa esfera, os outros sao meros objectos com cujos sentimentos brincas... afinal, eu nao passo de um objecto...

Nao percebo... e a nossa cumplicidade de infancia, em que jogávamos futebol, berlindes e nos sujávamos em conjunto? As aventuras de escola, os amores que me contavas teres vivido? Como eu gostava desses momentos em que, por instantes, sentia ter ali o MEU IRMAO, o confidente, o que partilha a sua vida, o irmao que eu sempre quis ter... Mas, no fundo, acabava por ser só como um acto numa peca de teatro, chegava sempre o momento em que o pano baixava no palco e tudo voltava à realidade...

Sim, é muito bom ter um irmao! Mas infelizmente nao foi contigo que aprendi o que signica um verdadeiro irmao... foi preciso encontrar numa prima a irma que eu nunca tive e o irmao que gostaria de ter tido. Mariana. Ela sim, sabe o que é ser irma, apesar de nao ter irmaos de sangue... curioso, nao é? No entanto, os lacos mais fortes nem sempre sao os de sangue. E é por isso que ela vai ser sempre a minha manita mais nova...



Kita , 24 Junho 2005